domingo, 7 de fevereiro de 2010

"Paris, anos '70"


A rue Raymond Losserand, em Paris, onde se situava o "Hotel de la Paix" vista talvez da Francis de Pressensé, onde morou o Fernando Belo e onde conheci, no início da década de '70, o "Chico" Fanhais.

Bons tempos?

Não sei. Tempos de aprendizagem ["Lehrjahre", como em Goethe...] e formação pessoal, em todo o caso...

Que terão, ao que tudo indica, porém, chegado imprevistamente ao... FIM.

1 comentário:

Ava Santos disse...

Não acredito que o aprender tenha um fim. Desde que respiremos e que consigamos pensar e analisar, nem que seja a coisa mais pequena ou insignificante que nos rodeia, estamos a aprender.
A vida é uma constante e interminável aprendizagem. Talvez a morte sim, seja o fim.

Um beijo Ava