terça-feira, 24 de maio de 2011





O que o "Jogo" noticia hoje relativamente ao Benfica, deixa-me profundamente inquieto: vem aí outra "artur-jorgice/manuel-damasice" das antigas. Prepara-se, ao que tudo indica, uma nova época de calamidade competitiva.

Eu percebo que um Spoting faça uma revolução no plantel---que não vale, de fscto, um caracol. Mas o Benfica??!! Com um plantel escolhido ou aprovado pelo treinador??!!

Se, no Clube, houvesse alguém que percebesse realmente de futebol e tivesse mesmo a remota noção de como posicionar-se institucional e desportivamente na competição, além de nunca-por-nunca-ser ter permitido o reforço da concorrência à custa do seu próprio trrabalho de scouting como sucedeu Falcao e Álvaro Pereira, essa pessoa estaria, neste momento, a questionar]-se] sobre o que falhou realmente na época pasada: se o plantel que o técnico, aliás, escolheu ou homologou e com o qual chegou a declarar não ter dúvidas de ir ser bicampeão [?], se o próprio técnico que não soube contionuar a rendibilizar aquele, em termos desportivos.

Jesus sabe [tem a exacta noção] do Clube em que se encontra?
Imaginará que é o lugar ideal para expweriências como esta de despedir o plantel completo?

E ele manda no Benfica?

Goza de imunidade avençada?

Quem, com efeito, mete o Clube na «aventura Roberto» [inquestionavelmente, um dos piores jogadores que alguma vez passaram pelo Clube em vários anos e um guarda-redes de andebol que se enganou no caminho para o pavilhão!!...] ceerceando as possibilidades orçamentais do Benfica, pode ficar tranquilamente à frente do futebol do mesmo, ditando leuis e fazendo toda a esopécie de disparates?...

Quem contrata Fernandez [futebolisticamente uma incógnita], Weldon [um jogador potencialmente útil para jogar ao lado de um ponta-de-lança habilidoso mas pouco forte no choque] e Jardel ]um futebolista vulgaríssimo] para dispensá-los pouco tempo depois, pode ser confiável para se manter à frente de um Clube como o Sport Lisboa e Benfica?
Dispensar [ou dispersar?] um plantel de internacionais que até já foi campeão é uma "solução" de loucos que um Clube com uma gestão competente, sobretudo, depois do "desastre Artur Jorge" nunca permitiria que se cometesse!
A menos que houvese dinheiro para comprar ao nível do Madrid ou do Chelsea e aí, então valeria a pene trocar...
Mas dispensar Aimar, o futuro nº 10 do Benfica, depois de Coluna e Rui Costa...] Cardozo [o melhor marcador do Clube] ou Carlos Martins [um todo-o-terreno de qualidade comprovada] com o indescritível Roberto não configuará uma competitivamente suicida ilustração do velho cliché do deitar fora o bébé com a água do banho?

Que vá o Roberto, mesmo sem retorno financeiro --eis um óptimo acto de gestão, no plano imediatamente desportivo e até mediaticamente financeiro: esse fulano, com as suas asneiras, fez sozinho o Clube perder mais dinheiro do que todo o plantel que o Benfica agora quererá dispensar, junto!

Eu fui dos que apoiatram a entrada de Jorge Jesus no Benfica: terei legitimidade para, admitindo ter-me enganado redondamente quanto à sua efectiva capacidade, assumir agora publicamente a posição de querer, para bem do Clube, o sweu afastamento, ao menos dos centros de poder do "meu" pobre Benfica!

É porque assim não acontece que eu penso que o futuro do Clube tem de passar por uma compra por parte de investidorezs privados capazes de perceberem, "à inglesa", como se gere uma empresa produtora de espectáculos desportivos!

O tempo do amadorismo já lá vai, no campo e também fora dele.

Num clube a sério, nunca aconteceria o escandaloso «leilão de campeões» que se anuncia...

De boa vontade cederia o meu simbólico lote de acções da Sad se fosse para que uma administração profissional [leia-se: competente] tomasse conta dos destinos do que é demonstravelmente ainda o maior clube português.

3 comentários:

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº

Amigo continua a gestão danosa destes dirigentes que (des)governam 'o meu clube'.

Este ano não fomos Campeões Nacionais em nenhuma modalidade, coisa impensável há uns tempos atrás. (Acabamos de perder o Futsal - (ZERO TÍTULOS)

Enfim pago as quotas e mais nada, enquanto não mudar muita coisa, não gasto um cêntimo com aquele clube.

Abraço !!!

Carlos Machado Acabado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos Machado Acabado disse...

Acabamos de perder o futsal de um modo dificilmente imaginável: depois de tê-lo virtualnmente ganho...
Essa só lembrava mesmo ao diabo!
Chateado com coisas destas, deixei há tempos eu de pagar quotas.
E era o sócio 6 mil e qualquer coisa!
Permaneci sofredor institucional através de um pacote simbólico de acções com as quais não disponho de qualquer tipo de voz activa no meu e seu Clube!
Um abraço benfiquista, também para si e obrigado pela visita!